terça-feira, 10 de maio de 2011

Saúde e fé


Disiplina: Cultura religiosa


Por :Alexandre Guedes,Eriane Damasia, Danielle C. karine Carlos.Livia Àlvares.Marina Carvalho


Quem tem fé, indep da religião, deus ou guru, consegue lidar melhor com a dor, seja física, seja emocional.
Os médicos costumam aceitar esse tipo de teoria entre a fé e os processos de cura se ele for religioso, costuma reconhecer com maior facilidade a importância da fé na saúde. As pesquisas apontam nessa direção que fica difícil ignorar isso. Mas ainda temos muito o que caminhar. Por exemplo, que apenas 10% dos médicos americanos perguntam sobre as crenças de seu paciente e levam isso em consideração no tratamento.
O cardiologista Roque Marcos Savioli, trabalha em outro grande hospital de São Paulo e acredita que a fé, independentemente da crença religiosa, tem um papel importante na recuperação do doente.
Camilo Munaro, capelão da Santa Casa de SP, percebe que, quem tem fé, espiritualidade, reage diferente às doenças, analisam tudo com mais tranqüilidade.
Pesquisas apontam que muitas pessoas que acreditam em alguns tipos de crenças adoecem menos das que não tem crença. Porque quem tem algum tipo de crença possui uma visão mais positiva do mundo: Deus as ama, tudo tem um significado ou um motivo para acontecer. Mas apenas a fé espiritual é a que vale, a fé nas coisas materiais não poderão te ajudar quando os problemas aparecerem.




Resenha: O texto propõe uma idéia de que muitas pessoas acreditam que através da crença pode se curar varias doenças juntamente com a medicina.
 
Fonte: Andar com fé é bom : religião e saúde
http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/saude/conteudo_222264.shtml
Saúde e fé: tema polemico
http://maisvoce.globo.com/MaisVoce/0,,MUL479496-10345,00.html

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Postado por: Aline Santos, Lisa Godoi, Maíra Godoy, Natália Pessoa, Priscilla Cardoso Batista Disciplina: Metodologia da Pesquisa Aplicada à Fisioterapia


    Crítica referente à postagem acima, cujo assunto abordado foi “Saúde e Fé”.

    Atualmente, os indivíduos dedicam-se mais a vida religiosa, diante de uma grande diversidade de grupos e religiões, cada qual com seus critérios, suas bases e fundamentos, facilitando a interação do individuo com o ambiente religioso. O tema dessa postagem é interessante, porém bastante polêmico, já que não há evidencias de que exista uma relação direta entre a cura através da fé. Este é um assunto de opinião particular dos médicos, enquanto alguns trabalham o paciente junto a fé outros não acreditam que possa haver essa relação.

    De acordo com a postagem, não foi especificada a religião, foi feita apenas uma relação superficial entre a saúde e a fé enfatizando a importância dessa conexão para um indivíduo em tratamento ou em processo de cura. Não houve uma relação explicita entre o tema gerador do trabalho interdisciplinar, ‘Saúde urbana’, e o assunto da postagem, ‘saúde e fé’, já que essa relação pode ocorrer não só nos grandes centros urbanos, mas também nas cidades do interior, até mesmo com maior frequência, visto que em pequenas cidades normalmente as tradições são muito preservadas .

    Já que a religiosidade afeta o corpo, a mente e a interação com os outros, poderia-se ter desenvolvido mais o tema, embora esse acontecimento não seja exclusivo de centros urbanos, como propunha o trabalho. Em relação às referências utilizadas para a elaboração da postagem, não foi utilizada fonte segura, artigos e práticas baseadas em evidências. Por não ser um texto referenciado a partir de dados científicos, o seu conteúdo se torna menos confiável, uma vez que o mesmo traz dados estatísticos e citações que não foram especificadas de acordo com as normas propostas para a elaboração do trabalho. Além disso, o formato da postagem apresenta abreviatura e não consta a introdução, o desenvolvimento e a conclusão, separadamente fugindo ao contexto e causando ao leitor uma confusão literária.

    Referência:
    http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?pid=S141498932004000300011&script=sci_arttext&tlng=en

    ResponderExcluir