quarta-feira, 19 de maio de 2010

Idoso: níveis de coordenação motora sob prática de atividade física generalizada.

Postado por: Isabela Caroline, Kássia Cabral, Luana Fernandes, Marina Brant, Melissa Cássia, Miriã Pereira



A vida humana é marcada, nos seus extremos, por dois fenômenos opostos, a vida e a morte. O ser humano então, passa pela infância, atravessa a mocidade, atinge a maturidade e, finalmente, chega à velhice. Aparecem, então, os primeiros sinais evidentes de usura de todo o organismo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é considerado idoso aquele individuo entre 61e 75 anos de idade.
Com a idade, chegam problemas que vão aumentar em numero e grau com o passar do tempo, entre a diminuição da força muscular e o comprometimento da locomoção, diminui-se também a coordenação motora, tornando as tarefas do cotidiano mais difíceis. As distancias ficam mais longas, as escadas mais difíceis, as ruas mais perigosas de atravessar. O mundo torna-se uma ameaça para o idoso.
Segundo especialistas, como Pikunas, isso se explica pois as capacidades funcionais dependem principalmente do sistema circulatório,que fornece oxigênio, fluidos e nutrição. Conforme a idade avança as paredes dos vasos, artérias, veias e capilares endurecem e se tornam mais estreitas, interferindo na circulação satisfatória do sangue.
O endurecimento dos capilares perturba o suprimento de nutrientes aos vários sistemas e órgãos do corpo, inclusive o sistema nervoso central, começando a atrofia gradual dos músculos e tecidos, diminuindo o vigor, peso e imunidade à infecção de órgãos vitais como o cérebro, os pulmões e o coração.
É observável o declínio nas capacidades físicas devido à crescente diminuição do rendimento motor, que variam de pessoa pra pessoa, conseqüentes das inúmeras alterações do organismo humano no decorrer do processo de envelhecimento. A eficácia da coordenação motora também comprometida, podendo ate mesmo deteriorar-se se não for exercitada. Ai entra a importância e a eficácia de atividade física nessa faixa etária. As pessoas idosas beneficiam-se de uma forma geral, especialmente com exercícios para melhoria da postura, mobilidade e eutonização da musculatura, respiração e resistência, aumento dos reflexos, da coordenação e equilíbrio, dando ênfase na coordenação motora.



Link: http://www.efdeportes.com/efd89/id.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário