quarta-feira, 24 de março de 2010

Biossegurança no setor de Ortopedia

Postado pelas alunas: Isabela Caroline, Kássia Silva,
Luana Fernandes, Marina Brant, Melissa Cássia, Miriã Pereira

Dos acidentes envolvendo profissionais da área da saúde, muitas das vezes estão relacionados com a falta de obediência a normas impostas pela vigilância sanitária. O emprego dessas normas e o uso adequado dos equipamentos de proteção reduzem significantemente o risco de acontecerem acidentes. É de extrema importância do profissional de saúde colaborar com as autoridades de fiscalização profissional e/ou sanitária, para assim ter uma maior eficácia na biossegurança dos próprios profissionais e dos usuários.

A biossegurança vem abordando de uma maneira multidisciplinar, observando a engenharia de segurança do local, higiene, medicina do trabalho, a planta física, o pessoal envolvido, a existência e o uso de equipamentos de proteção individual, entre outros. Quando não se tem condições para a compra dos equipamentos, pode-se adotar medidas simples como o treinamento e a conscientização dos trabalhadores, diminuindo significantemente os números e a gravidades dos acidentes.

A fisioterapia é uma ciência da saúde que tem como função prevenir e tratar os distúrbios cinéticos, funcionais, intercorrentes em órgãos e sistemas do corpo humano, gerados por alterações genéticas, traumáticas e doenças adquiridas. Para que o profissional da fisioterapia escolha entre os recursos a sua disposição, ele terá de analisar não só a doença ou a patologia que da origem ao problema mas, também como o paciente estará reagindo ao estimulo da fisioterapia. Certas normas da vigilância sanitária para uma melhor biossegurança em clínicas de fisioterapia ortopédica são: tetos e pisos precisam ser lisos, fáceis de limpar, impermeável a líquidos e resistentes aos produtos químicos e desinfetantes.

As instalações elétricas devem ser empregadas cores para identificar as canalizações e facilitar a manutenção, evitando ligações erradas de equipamentos. As áreas administrativas e de escritórios devem ser planejados de forma que não interfiram nas atividades terapêuticas, as portas devem possuir uma largura de 2m x 2m, de portas duplas para facilitar a passagem de pacientes/clientes e equipamentos. Da mesma maneira as janelas devem possuir largura e altura suficiente, para evitar a incidência direta de luz naturais. Os aparelhos usados nos procedimentos, tais como:thera band, Ondas curtas, Ultra-som entre outros, devem ser limpos através de métodos de desinfecção químicos (álcool 70%,com objetivo de reduzir os microorganismos).

Para se proteger uma clinica de fisioterapia é de extrema importância tomar medidas de biossegurança e obedece-lás, dando uma maior segurança para o próprio profissional e o paciente.


Confira o Artigo completo: http://biblioteca.univap.br/dados/INIC/cd/inic/IC4%20anais/IC4-46.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário